Aquidauanense prega concentração para repetir feito e avançar na Copinha

O Aquidauanense chega à última rodada da Copa São Paulo de Futebol Júnior podendo repetir o feito de 2014 e avançar para a segunda fase. A equipe sul-mato-grossense enfrenta o Jacobina-BA hoje, às 12h30min (MS), no Estádio Distrital do Inamar, em Diadema (SP), pelo grupo 29.

O Aquidauanense pode se classificar mesmo com um empate. Para isso, precisa contar com uma vitória do Atlético-MG sobre o Água Santa-SP, que duelam às 14h30min, no Distrital do Inamar.

Caso o time paulista vença o mineiro, os sul-mato-grossenses precisarão ganhar por boa vantagem de gols para superar um dos dois rivais no saldo ou no número de gols pró.

O Aquidauanense pode avançar mesmo se perder, mas deverá esperarpor derrota do Água Santa e batê-lo no saldo ou nos gols feitos. Na rodada passada, o clube pantaneiro goleou o representante de Diadema por 4 a 2.

Os critérios de desempate na primeira fase seguem a seguinte hierarquia: número de vitórias; saldo de gols; gols pró; cartões vermelhos; cartões amarelos; e confronto direto (caso o empate envolva apenas dois clubes).

O técnico Mauro Marino pregou uma mudança de comportamento dos garotos para a partida decisiva. Segundo ele, parte do grupo não estava concentrada ao entrar em campo contra o Água Santa.

“A primeira etapa não jogamos bem. Durante o intervalo, pedi para se concentrarem mais. Acordamos os guris e eles mudaram esse cenário, voltaram mais ligados”, avaliou. O Aquidauanense terminou o primeiro tempo perdendo por 1 a 0.

“Temos que entrar mais focados, mais concentrados, com uma determinação maior contra o Jacobina, e usar o que temos de melhor. Intensidade alta, manter o equilíbrio e apostar na nossa ideia de jogo, que vem dando certo. Marcar o adversário num bloco médio e sair em velocidade no contra-ataque. Quando não der para contra-atacar, saber ter o controle do jogo”, completou Marino.

O Aquidauanense é o único time do Estado a conseguir avançar para a segunda fase da Copa São Paulo. O feito foi conquistado há cinco anos, também com Mauro Marino.

A equipe venceu Noroeste-SP (2 a 1) e Santo André (1 a 0) e empatou em 1 a 1 com o Flamengo. A campanha foi a sexta melhor entre os segundos colocados de 2014 – quando só os seis melhores vice-líderes avançavam – e levou o Aquidauanense à fase seguinte.

A eliminação veio no primeiro jogo de mata-mata, para o Atlético-MG, que venceu por 2 a 0.

SETE DE DOURADOS

Sem chances de classificação para a segunda fase, o Sete de Dourados enfrenta nesta quinta o Parnahyba-PI, às 14h15min, no Estádio Prefeito José Liberatti, em Osasco (SP), pelo grupo 23.

Zerados em pontos, nem sul-mato-grossenses nem nordestinos podem alcançar Fluminense e Audax-SP, que, já classificados com 6 pontos cada um, decidem o primeiro lugar também hoje, às 16h30min, no José Liberatti.

Por JONES MÁRIO

 Foto: Michael Sanches / Água Santa

CORREIO DO ESTADO

Algum comentário?