Com gol de pênalti no fim, Chape perde Copa Suruga para Urawa Red Diamonds

A Chapecoense perdeu nesta terça-feira a decisão da Copa Suruga. Em uma partida de baixo nível técnico, a equipe levou um gol de pênalti nos minutos finais e acabou sendo superada pelo japonês Urawa Red Diamonds por 1 a 0, em Saitama, em um dos estádios que foram palco da Copa do Mundo de 2002.

O confronto entre Urawa Red Diamonds e Chapecoense teve pouca emoção. O time japonês apresentou mais organização tática e controlou o primeiro tempo, um cenário diferente da etapa final, quando a equipe catarinense até teve chances de gol, mas acabou sendo superada no fim em um pênalti que provocou protestos dos jogadores da equipe brasileira, quando a partida parecia fadada a ser definida nos pênaltis.

A Chapecoense se garantiu na disputa da Copa Suruga após ser declarada campeã da Copa Sul-Americana de 2016 pela Conmebol depois da tragédia aérea que provocou a morte de 71 pessoas quando a equipe seguia para a disputa da final com o Atlético Nacional, na Colômbia. Já o Urawa Red Diamonds conquistou no ano passado o título da Copa da Liga Japonesa, o que lhe garantiu no confronto desta terça.

Antes da Chapecoense, outros dois clubes brasileiros haviam participado da Copa Suruga: o Internacional, que levou a taça da competição amistosa em 2009, e o São Paulo, derrotado em 2013. Além disso, esta foi a sexta vez em dez edições que a taça ficou com um time do Japão.

Agora, após a passagem pela Europa e pelo Japão, a Chapecoense retorna ao País e vai voltar a jogar no próximo domingo. No Allianz Parque, o time enfrentará o Palmeiras em duelo válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. E o foco deverá ser a luta contra o rebaixamento, ainda mais que a equipe está na zona de descenso, na 17ª posição, mesmo que com um jogo a menos do que os principais adversários.

URAWA RED DIAMONDS 1 x 0 CHAPECOENSE

URAWA RED DIAMONDS
Enomoto; Maurício, Moriwaki (Endo) e Makino; Abe, Komai (Kikuchi), Ugajin (Hirakawa) e Kashiwagi; Muto (Nagasawa), Zlatan Ljubijankic (Onaiwu) e Rafael Silva. Técnico: Takafumi Hori

CHAPECOENSE
Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Moisés Ribeiro (Lucas Marques), Lucas Mineiro e Luiz Antonio (Luiz Otávio); Penilla (Wellington Paulista), Túlio de Melo e Arthur. Técnico: Vinícius Eutrópio

GOL – Abe, aos 48 minutos do segundo tempo
ÁRBITRO – Jon Hyeok Kim (Coreia do Sul)
CARTÕES AMARELOS – Rafael Silva (Urawa Red Diamonds); Douglas Grolli e Luiz Antonio (Chapecoense)
RENDA – Não disponível
PÚBLICO – 11.002 espectadores
LOCAL – Estádio de Saitama, em Saitama (Japão)

Super Esportes

Foto: AFP / Toshifumi KITAMURA

Algum comentário?