DNIT solicita projeto urbanístico para aprovar implantação de semáforos

A Prefeitura de Sidrolândia se movimenta para modernizar e proporcionar mais segurança ao tráfego da Avenida Dorvalino dos Santos, que é uma extensão urbana da Rodovia BR-060.

O prefeito Marcelo Ascoli designou a Diretora da Divisão Municipal de Trânsito (DITRAN), arquiteta e urbanista Flávia Fernandes, para levar o pedido da Prefeitura ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT).

Flávia esteve no dia 12/03 no escritório do órgão federal, onde conversou com o coordenador de Obras, engenheiro civil Antônio Carlos Nogueira, para solicitar em nome da administração municipal a análise técnica do projeto de retirada das rotatórias, que estava em execução desde outubro de 2017.

Flávia ouviu do servidor que nenhuma intervenção na pista da BR-060 (Avenida Dorvalino dos Santos) pode ser feita sem autorização do DNIT, por se tratar de uma rodovia federal.

Foi então, que combinou com a diretora do DITRAN, o envio de técnicos a Sidrolândia para estudos da melhor viabilidade do local para implantação dos semáforos na Avenida, reivindicação da classe política e da população nos últimos anos, em razão do fluxo crescente de veículos e usuários no trânsito.

 
Cb image default
Técnicos do DNIT e diretora do DITRAN na Avenida em Sidrolândia (Fotos: Rafael Brites)

 

Vistoria técnica realizada

Na segunda-feira (19), a Prefeitura através da responsável pelo órgão municipal de trânsito recepcionou os engenheiros civis do DNIT encarregados pelo trecho da BR-060 no perímetro de Sidrolândia, e juntos vistoriaram a Avenida Dorvalino dos Santos.

Os profissionais solicitaram a formalização de um estudo de viabilidade para implantação dos semáforos. Foi confirmada a retirada das rotatórias pelo DNIT e uma mudança de sinalização e trajetos para que haja acesso ao São Bento e outros bairros.

O estudo vai necessitar de um projeto urbanístico que terá etapas, análise documental e técnica (projeto), além de visita ao local para conhecimento da área em questão que são as rotatórias da Rua João Marcio Ferreira Terra e da Rua Ponta Porã.

Somente após a avaliação e aprovação do projeto urbanístico, é que o DNIT encaminhará o documento ao DETRAN/MS para que o órgão estadual de trânsito conclua o processo da implantação de semáforos nos locais indicados.

Deixe sua opinião

Comentários

Algum comentário?

%d blogueiros gostam disto: