Em Dourados, diesel ainda não é encontrado com desconto prometido pelo Governo

Ao circular pelos bairros de Dourados é possível perceber que o desconto de R$ 0,46 acordado entre Governo Federal e caminhoneiros ainda não foi aplicado nos postos de combustível da cidade. A proposta foi anunciada como medida de atender a solicitação da categoria, que até a semana passada parava o Brasil durante greve nas rodovias que cortam o País.

A taxa de redução é resultado da decisão do Governo em zerar a alíquota do Pis/Cofins e da Cide, tributos federais aplicado nos combustíveis. Eles representam 16% do valor do diesel aplicado nas bombas.

Em alguns estados o desconto já começou a surtir efeito. Segundo o Globo News, em São Paulo os estabelecimentos já estão recebendo o combustível com a redução, refletindo no bolso do consumidor. 

A equipe de reportagem do Dourados News circulou por alguns pontos de Dourados e registrou o valor do litro do diesel tipo S-10 sendo comercializado a R$ 4,599. 

Em todos os postos visitados não foi possível conversar com os dirigentes dos estabelecimentos, e em contato com a assessoria de imprensa do Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência), a reportagem foi informada de que o sindicato não irá se pronunciar até que os prazos estabelecidos pelo Governo sejam cumpridos. 

Além disso, o representante dos postos espera ainda as discussões da medida de redução do ICMS, tributo de esfera estadual, de 17% a 12% no litro do óleo diesel por tempo indeterminado.

O desconto foi proposto pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) na semana passada e deve ser levado para a Assembleia Legislativa nesta terça-feira (5).

Outro fator pontuado pela assessoria do sindicato é o fato dos reservatórios dos postos ainda estarem com diesel comprado antes da medida ser aprovada. 

Por Vinicios Araújo – Dourados News

Foto Vinícios Araújo

Deixe sua opinião

Comentários

Algum comentário?

%d blogueiros gostam disto: