Empresa suspeita de fraude realizou concurso na gestão de Jean Nazareth em 2012

O Concurso foi realizado em dezembro de 2012 para o suprimento de Vagas de nível fundamental (motorista, artífice de copa e cozinha e auxiliar de serviços gerais), nível médio (técnico em informática, assistente administrativo e operador de áudio e vídeo) e  de nível superior (procurador jurídico, contador e analista de recursos humanos).
A legalidade da realização do certame até hoje é contestada, visto que Jean Nazareth, faltando menos de 20 dias para findar seu mandato como vereador e consequentemente de Presidente do Legislativo Municipal, e na certeza de não não concorrer a reeleição, pois era candidato a vice em chapa para Prefeito, realizou o concurso, já na expectativa de não chamar nenhum aprovado, deixando o próximo Presidente engessado e com o ônus de se responsabilizar por um certame do qual não tinha as menores informações, nem de legalidade e muito menos da necessidade.

Na manhã desta quarta-feira o Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) apreendeu documentos e computadores da empresa Sigma Assessoria em Gestão Pública, que também presta serviços de consultoria, empresa essa que foi a responsável pela realização do concurso acima referido.
A  empresa é um dos alvos de uma operação que investiga fraudes em concursos públicos, onde empresas negociavam aprovações para vencerem licitações de concursos públicos em cidades do interior de Mato Grosso do Sul. 

As informações não foram completamente divulgadas pelo Ministério Público Estadual, portanto ainda não se tem conhecimento dos municípios lesados e nem dos gestores públicos envolvidos, mas com certeza o desfecho ainda está longe do seu final.

Deixe sua opinião

Comentários

Algum comentário?

%d blogueiros gostam disto: