Exportações de MS avançam 38% e somam US$ 460 milhões

As exportações do mês de novembro, de Mato Grosso do Sul, somaram receita de US$ 460,772 milhões, alta de 38,9% em relação ao mesmo mês do ano passado, quando a receita foi de US$ 331,630 milhões. Os principais produtos responsáveis pelo aumento foram a celulose, que fechou o mês com US$ 234,6 milhões (avanço de 83,7%) e, em segundo lugar, a soja, com US$ 80,7 milhões (aumento expressivo de 751,5%, impulsionado pela guerra comercial entre China e Estados Unidos).

Os dados foram divulgados ontem pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic) e mostram ainda que, no acumulado de janeiro a novembro de 2018, a receita das vendas ao exterior somou US$ 5,336 bilhões, apresentando crescimento de 20,2% em relação ao mesmo período de 2017, quando chegou a US$ 4,439 bilhões. A celulose e a soja, mais uma vez, foram as maioresresponsáveis pelo avanço no ano, com US$ 1,870 bilhão e US$ 1,744 bilhão de receita, respectivamente.

“Os números altos da soja são fruto da nossa produtividade do campo, do clima positivo e da guerra comercial entre Estados Unidos e China, que favoreceu as nossas vendas”, analisa o administrador, consultor de empresas e especialista em mercado exterior Aldo Barrigosse. “Em relação à celulose, este ano, foi inaugurada uma nova planta industrial da Fibria [em Três Lagoas], que fez dobrar nosso volume de produção”, complementa.

* Leia a reportagem, de Eduardo Fregatto, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Deixe sua opinião

Comentários

Algum comentário?

%d blogueiros gostam disto: