Governo federal gastou R$ 82 milhões com flores e jardins em um ano

Para economista, passar ‘sensação luxo’ em festividades enquanto as contas públicas estão no vermelho é contraditório

governo federal gastou pelo menos R$ 82 milhões em 2017 para comprar flores e cuidar dos jardins dos órgãos públicos. Cerca de 98% do valor total corresponde a serviços de jardinagem contratados pelos três Poderes.

O gasto com jardinagem é necessário, como explicou ao Correio o economista Gil Castello Branco, secretário-geral da ONG Contas Abertas, que obteu os dados.

“Ninguém é contra a manutenção do gramado, plantas ou flores. (…) Se acabarmos com esse gasto, não resolveremos o problema do deficit nas contas públicas, mas não quer dizer que não se possa fazer algo. Reduzir despesas é um exemplo que as autoridades federais dão para as instâncias inferiores, de que é preciso racionalizar e economizar. Sempre é possível reduzir”, diz o especialista.

+ Centenas de pertences da Câmara desapareceram no ano passado

De acordo com dados oficiais do Ministério do Planejamento, o governo federal gastou R$ 113,22 mil com flores e arranjos decorativos em 2017. Grande parte destas despesas são feiras em solenidades, cerimônias e homenagens.

O economista explica que é contraditório o país passar “sensação de luxo” em festividades, quando enfrenta problemas nas contas públicas. “Em casa, por exemplo, a família pode fazer uma festa e receber a visita, mas dentro dos próprios limites financeiros. Em cerimônias que vêm estrangeiros ao Brasil, é errado passar uma falsa sensação de prosperidade que acaba não se sustentando nos números. Até porque, eles estão cientes lá fora das condições das contas do país”, cita.

POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Imagem © Divulgação

Deixe sua opinião

Comentários

Algum comentário?

%d blogueiros gostam disto: