Jean trama nos bastidores pela reeleição a Presidência, qual vereador irá apoiá-lo e avalizar sua administração?

Depois de ter arquitetado uma entrevista, no dia 08 de agosto, onde falava em resguardar a imagem do Legislativo Municipal, o atual Presidente, Jean Nazareth, logo no dia seguinte começou sua empreitada para “rachar” a harmonia na Casa de Leis.

Na “entrevista” Jean lembrou até de sua traição com o ex-prefeito Daltro Fiuza, quando saiu da Prefeitura minutos antes da votação para votar e eleger Roberta Stefanello e chegando a Câmara se colocou como candidato, vindo a se eleger com votos da oposição.

Segundo alguns vereadores, a entrevista não passou de uma “cortina de fumaça”, pois Jean já comunicou a demissão de assessores de futuros adversários e procurou alguns de seus pares para tentar se viabilizar para a disputa à reeleição.

Não seria a primeira vez que Jean diz uma coisa e faz outra, bem pelo contrário, como também não é diferente o “modus operandi” que utiliza para administrar. Exemplo disso são as diversas denúncias de mau uso do dinheiro público contra sua administração, além de ligações com antigos “parceiros”, ligações essas que já rendem, a ambos, processos na justiça.

Além da “higienização do telhado”, da limpeza de caixas d’água, da jardinagem, dos enormes valores gastos com manutenção e combustíveis, ainda existe uma conta que não bate, que é diferença entre o que foi recebido da Prefeitura (Duodécimo) e o que foi pago (despesas Gerais). 

De janeiro a julho a Prefeitura repassou a Câmara R$ 3.584.019,70, neste mesmo período Jean pagou despesas gerais no valor de  R$ 3.457.690,26, portanto existe uma diferença de R$ 126.329,44, valor esse, que segundo informações internas da casa, não está na conta da Câmara.

Um indício de que os vereadores, pelo menos em sua maioria, estão querendo resgatar a confiabilidade do Legislativo Municipal, junto a sociedade, é a tentativa de antecipar a data da eleição para a Mesa Diretora. Foram 11 assinaturas entre os 15 vereadores. 

Oficialmente nenhum vereador se colocou como candidato a presidir a Câmara no próximo biênio, com certeza candidatos irão surgir, mas no caso de Jean o difícil será encontrar quem o apoie e que avalize os atos por ele praticados nesse mandato.

Deixe sua opinião

Comentários

Algum comentário?

%d blogueiros gostam disto: