Manifestações em grupo de whatsapp indignam lideranças indígenas

Áudios postados no grupo de whatsapp “CORUJA NEWS 24 HORAS”, provocaram reações indignadas de lideranças indígenas do município. Nos áudios um dos integrantes do grupo, identificado como sendo Fagner Lobo, comenta sobre o maquinário da Prefeitura Municipal que supostamente estaria apreendido pelos indígenas, fala de como o Executivo deveria agir para retirá-lo do local, fazendo brincadeiras sobre os adornos usados pelas lideranças. Ouça o áudio abaixo:

O assunto que virou polêmica se deve ao fato de os indígenas terem retido equipamentos da secretaria de obras que, segundo eles, estariam sendo utilizados pelos servidores para favores particulares e não para atender a coletividade local. Esses fatos já haviam sido apurados pelo próprio Prefeito Marcelo Ascoli, que inclusive designou o Secretário de Governo, Clayton Ortega, para resolver a situação. Coisa que foi feita na tarde de ontem(10), inclusive com elogios das lideranças para com o executivo.

As lideranças indígenas ficaram sabendo dos áudios pelo fato do Cacique Genivaldo Campos ter sido colocado no grupo, segundo ele sem saber nem mesmo quem o colocou. Daí houveram manifestações por mensagens e áudio, feitas por parte da liderança indígena,  que afirma que  providências jurídicas já estão sendo tomadas para que, o que eles consideram uma falta de respeito e um ato discriminatório, sejam reparadas pelo autor.

Demonstrando muito nervosismo, mas educadamente, o Cacique Genivaldo Campos fez suas ponderações, sem perder a calma e a razão. 

Conversamos com o Cacique Genivaldo que afirmou que acredita que essa não seja a opinião do Grupo Coruja e sim uma opinião isolada de Fagner, que segundo Genivaldo não conhece a realidade dos povos indígenas, seus costumes e nem mesmo suas prerrogativas constitucionais.

Algum comentário?

%d blogueiros gostam disto: