Peres contratou transporte sem licitação, não pagou e agora é testemunha da empresa contra o Município

Durante o período de fevereiro a abril de 2013 a empresa LUCAS DOMINGUES DE ALMEIDA EIRELI-EP (VACARIA TRANSPORTES) alega ter feito  o transporte dos universitários a pedido do Prefeito Municipal Ilson Peres e depois pelo Prefeito Ari Basso, sem processo licitatório, pois ambos garantiram que a mesma receberia pelos serviços prestados.

O valor que a empresa alega não ter recebido era de R$ 242.280,00, sendo que a mesma, no processo que move contra o município, já corrigiu para R$ 382.976,45 e ainda pede que a justiça condene o Município de Sidrolândia a pagar as custas processuais e honorários de seu advogado.

Um fato que causa estranheza é de que uma das testemunhas arroladas pela empresa Vacaria Transportes é justamente o ex-vereador Ilson Peres de Souza, prefeito interino da época, que fez o alegado acordo com a empresa. Lembrando que após Ari Basso ter assumido o Governo Municipal, Peres retornou a Câmara de Vereadores, como Presidente por dois anos, onde esteve até o final de 2016, quando não se reelegeu. Peres também foi Secretário de Governo por quase dois anos, ou seja, teve quase quatro anos para desenrolar o “imbróglio”. Mas hoje é testemunha contra o Município de Sidrolândia no processo de nº 0801932-49.2017.8.12.0045, de uma dívida  que ele mesmo contraiu ilegalmente.

Imagem arquivo

Algum comentário?

%d blogueiros gostam disto: