Sport se recupera de início ruim e vence o Grêmio, de virada, com três gols de André

Após um início de jogo desastroso, o Sport se recuperou e com três gols de André venceu o Grêmio, de virada, por 4 a 3, neste domingo, na Ilha do Retiro. Foi primeira vitória do Leão no Brasileiro da Série A. Ainda sem o nome do novo treinador, sob o comando do interino Daniel Paulista, que sofreu com desfalques de última hora, a equipe rubro-negra teve que mudar a postura completamente dentro de campo, ao sair com 2 a 0 de desvantagem no placar.

Super EsportesO Sport entrou em campo com a expectativa de, enfim, emplacar no Brasileiro e aproveitar para deixar para trás a decepção vivida com a perda do título da Copa do Nordeste, durante a semana, para o Bahia. Desde o início, porém, o time rubro-negro se mostrou completamente desorganizado taticamente e nervoso na saída de bola.
 
O Grêmio veio ao Recife com uma equipe reserva, por conta do duelo contra o Fluminense, pela Copa do Brasil. Apesar disso, o técnico Renato Gaúcho montou uma estratégia que se mostrou acertada inicialmente. Com uma marcação bem postada atrás e jogadores leves do meio para a frente, apostava na velocidade. Deu certo. Logo aos quatro minutos, o placar estava aberto, com Fernandinho, aproveitando uma apatia geral da defesa do Sport.

Daniel Paulista teve problemas para escalar a equipe. No dia anterior, perdeu Diego Souza, sentindo dores no pé, e Ronaldo, que já atuaria improvisado na lateral direita. Com Everton Felipe no lugar de DS87, Fabrício ocupou a vaga no lado do campo. O prata da casa, titular no meio do Leão, sentia enorme dificuldade no setor. O Grêmio não abria mão da sua proposta e com certa facilidade chegou ao segundo gol. Após cobrança de escanteio, Rafael Thiere, sozinho na área, tocou para o gol. Os rubro-negros pediram impedimento, mas foi justamente Fabrício quem deu condições para o zagueiro.
 
A torcida do Sport já criticava o time e algumas peças desde o primeiro gol sofrido. Aos poucos, porém, o time foi se organizando em campo. A partir dos 25 minutos, ficava mais com a bola e marcava presença ofensiva. Osvaldo puxou bastante o jogo, aberto pela ponta direita. Foi por aquele lado que, aos 34, Fabrício cruzou e André, ao seu estilo oportunista, antecipou o zagueiro e tocou para o gol, recolocando o Leão de vez de volta ao jogo.
 
Depois do gol, o Sport tomou as rédeas da partida. O Grêmio continuava focado na marcação, porém, um pouco mais recuado, devido ao avanço do Rubro-negro. O time gaúcho tentava encaixar um contra-ataque, enquanto o Leão pressionava em busca do empate. Esteve perto, em chute perigoso de Everton Felipe, numa jogada logo após o tento de André, mas o primeiro tempo terminou ainda com a vantagem gremista. 
 
O Sport manteve o domínio no segundo tempo, melhorando com a entrada de Lenis na ponta direita – Osvaldo passou a atuar pela esquerda. O colombiano tornou-se uma opção a mais no ataque, fazendo, inclusive, Everton Felipe aparecer no jogo. Com maior posse de bola, o empate era questão de tempo. O gol rubro-negro veio aos 18 minutos, com Matheus Ferraz, de cabeça.
 
A torcida cresceu junto com o time e a pressão sobre o Grêmio, totalmente acuado, aumentou. Com Lenis bem, o  Sport passou a investir nas descidas pelo lado direito. E foi por ali que veio a virada. Aos 28, após boa troca de passes, Marquinhos cruzou e André novamente apareceu como centroavante no meio da área.

O placar era justo. O Sport dominava, diante de um Grêmio sem alternativas de jogo. Mena, no entanto, foi expulso, complicando para o Leão. Ainda assim, André mostrou que estava numa noite inspirada. Aos 38, num contra-ataque, ele insistiu e ganhou a bola do zagueiro, partindo livre para cima do goleiro. Bateu na saída de Léo e marcou o terceiro dele na partida.
 
O placar de 4 a 2 poderia sugerir tranquilidade, mas o Grêmio voltou a encostar, com um gol de Fernadinho, aos 41, cobrando pênalti cometido por Matheus Ferraz. Ao Sport, com um jogador a menos, era resistir e segurar a importante vitória. Conseguiu. Apesar da pressão final do time gremista, o Leão conquistou a sua primeira vitória no Brasileiro.
 
Ficha do jogo
 
Sport
Magrão; Fabrício, Matheus Ferraz, Durval e Mena; Anselmo, Rithely e Everton Felipe (Marquinhos); Osvaldo (Thallyson), André e Rogério (Lenis). Técnico: Daniel Paulista (interino).
 
Grêmio
Léo; Bressan, Bruno Rodrigo (Beto Silva) e Rafael Thyere; Kaio, Jailson, Machado e Conrado; Fernandinho, Everton (Pepê) e Nicolas Careca (Lima). Técnico: Renato Portaluppi
 
Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA). Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA). Gols: Fernandinho (aos 4 min do 1°T e aos 41 min do 2°T), Rafael Thyere (aos 17 min do 1°T), André (aos 34 min do 1°T e aos 28 do 2°T, aos 38 min do 2°T), Matheus Ferraz (aos 18 min do 2°T). Cartões amarelos: Thallyson, Anselmo (S) e Bressan (G). Cartão vermelho: Mena (S). Público: 3.441. Renda: R$ 74.684.

Deixe sua opinião

Comentários

Algum comentário?

%d blogueiros gostam disto: