Vereador Maurício quer encaminhar PL que limita valor a ser gasto com diárias

A redução das diárias parece ser uma questão prioritária para o Vereador Maurício Anache (PDT) e isso tem ficado bem claro, principalmente nas últimas sessões do Legislativo. Na sessão desta última segunda-feira (16), quando fez uso da tribuna, o Vereador voltou a mencionar o projeto de lei que pretende encaminhar a mesa diretora, onde propõe que seja fixado o valor de R$ 1.700,00, por ano, para cada vereador, a título de diárias.

Maurício considera que com a crise financeira que o país atravessa, não tem sentido um gasto tão expressivo com diárias e viagens, e considerando a impossibilidade de seu projeto ser acolhido pela mesa diretora, promete ir ao Ministério Público para fazer valer sua reivindicação. “ A diária não é um pré-requisito para que se trabalhe bem aqui, a diária pode acrescentar, em alguma viagem ou outra, alguma bagagem política, mas não é pré-requisito”, colocou o Vereador.

Durante a manifestação do Drº Maurício, alguns Edis não esconderam sua reprovação, chegando a debochar do colega, principalmente os Vereadores do PSDB, Vilma Felini e Marcos Roberto, além do  Vereador do PRÓS, Cledinaldo Cotócio, que juntos já somam, em 2016, R$ 25.232,00, somente com diárias, sem contar as passagens aéreas.

sessão 16052016022

sessão 16052016036

sessão 16052016029Ao final do pronunciamento do Vereador Maurício, o Presidente da Casa, Drº David Olindo, fez uma observação, com referência a incluir no projeto, que os médicos cumpram horário nos postos de saúde, observação que foi rebatida por Maurício, alegando que isso já havia sido requisitado, por ele próprio, em outra oportunidade, que reconhecia que não estava cumprindo horário, mas ao mesmo tempo nunca deixou de atender um paciente, que a partir daquele momento isso iria mudar, mas não pela pessoa do Presidente e sim pela população. Novamente David se pronunciou com a seguinte frase; “ É preciso, Maurício, ter sempre em conta que eu “guento” ser vidro, agora eu quero ver quem que “guenta ser vidro, quando eu resolver ser estiling”.

Deixe sua opinião

Comentários

Algum comentário?

%d blogueiros gostam disto: