Assembleia da França aprova lei que veta celular em escolas

Assembleia Nacional da França aprovou nesta quinta-feira (7), em primeira leitura, um projeto de lei do governo que aplica uma “proibição definitiva” ao uso de celulares nas escolas a partir do início do próximo ano letivo.

A proposta foi apresentada pelo partido A República em Marcha (Lrem), do presidente Emmanuel Macron, e tem o apoio do Movimento Democrático (MoDem) e da União dos Democratas e Independentes (UDI), todos de centro.

+ Carta de Cristóvão Colombo furtada de biblioteca é devolvida

No entanto, segundo a rádio “RTL”, os grupos de oposição dizem que a medida é “inútil” e uma ” simples operação de comunicação”. O projeto diz respeito a alunos de até 15 anos e, segundo o governo, passaria “um sinal à sociedade”.

Atualmente, o código educacional da França já proíbe o uso de celulares durante “qualquer atividade de ensino” e nos locais previstos pelos regulamentos internos das escolas, por isso a medida é tratada como “supérflua” pela oposição.

O ministro da Educação Jean-Michel Blanquer defende, no entanto, a necessidade de uma “base jurídica” mais sólida para garantir o veto aos celulares. Os professores teriam inclusive autorização para confiscar aparelhos. Para virar lei, o projeto precisa também do aval do Senado.

Com informações da ANSA

Imagem © Giovanna Cornelio / Pixabay

Deixe sua opinião

Comentários

Algum comentário?

%d blogueiros gostam disto: