Pesquisa mostra empate técnico na corrida para o governo do Estado

O Instituto Ranking Comunicação e Pesquisas apresentou nesta quinta-feira (07) a pesquisa registrada no TSE com os registros MS_04644/2018 e BR 02574/2018, onde foram ouvidas 1.200 pessoas em 30 municípios entre 30 de maio e 05 de junho.

A pesquisa foi geral, presidência da República, governo do MS, senado e câmaras do Estado e Federal. 

Com referência ao comando do executivo estadual, é Odilon quem tem a maioria da preferência. Na espontânea, ele está à frente (13,33%) de Puccinelli (10,58%) e Azambuja (10,08%), percentuais que apontam  para um empate técnico. As posições seguintes são ocupadas pelo coronel Carlos Alberto David, do PSL, e Murilo Zauith, do DEM, cada um com 1,58%; João Alfredo, do PSOL (0,25%); e Meire Xavier (0,08%). Um número que chama a atenção é dos que se declararam indecisos ou não responderam, 62,52%.

Quando o entrevistado é estimulado, tendo a disposição uma relação de possíveis candidatos, o cenário apresenta uma ligeira folga a Odilon, quando o mesmo chega a 28,08%, contra 23,41% de Puccnelli e 22,33% de Reinaldo. O coronel David mantém o quarto lugar, com 4,16%, acompanhado por Zauith (2,91%), Humberto Amaducci, do PT (1,58%), Meire (0,91%) e João Alfredo (0,50%). Não souberam ou não responderam 16,12%. Lembrando que com a margem de erro de 2,8, para mais ou para menos, fica difícil não apontar um empate técnico.

Deixe sua opinião

Comentários

Algum comentário?

%d blogueiros gostam disto: